Um desabafo sobre lugares hypes que não dão a mínima pros vegetarianos

Esse post é um desabafo, pois estou muito frustrada com algo que, na minha cabeça, não faz muito sentido.

Já tem um tempo que começaram a aparecer diversos lugares hypes, gourmets, caros porém gostosos, aqui em São Paulo.
Muito conceito, que é igualmente bem cobrado.
Sem problemas, inclusive eu gosto de lugares assim, e não me importo de pagar mais quando sinto que vale a pena.

Nessa onda, surgiram muitas hamburguerias mega estilizadas, bonitas, com lanches que enchem os olhos. Obviamente, lanches com carne.
Eu, como boa comedora de junk food, e com amigos que também são bastante junkies, fui e vou a várias delas. E não é raro que me frustre.

Eu entendo que estou frequentando um antro dos comedores de carne, e isso não me incomoda.
Mas porra, estamos em 2014, e esses não são lugares populares (no sentido de frequentados por todos)!
Se você faz um restaurante que vai ter um público “diferenciado”, saiba que pessoas pouco comuns irão aparecer por lá, e isso significa gostos diversos, peculiaridades, estranhezas… E se você os convida, deveria estar preparado para o que vai vir.

Lugares como o Butcher’s Market, Meats, Z Deli, Hamburgueria 162, e tantos outros, estão localizados em pontos centrais da cidade, lugares onde há um público mais diverso. Se elas estivessem no Campo Limpo, onde morava, ou fossem uma rede de fast food de shopping (e nem isso é mais desculpa, vide Burger Lab), faria sentido não pensarem nesses detalhes, mas não em Pinheiros, na Paulista, etc.

A grande questão é: vegetarianos também irão ao seu restaurante.
Nem todos nós se sentem mal em lugares que cheirem a carne. Nem todos nós são veggienazis chatos. Nem todos andam apenas com outros vegetarianos. Nem todos comem só salada, ou estão de dieta. E vocês acabam jogando contra vocês mesmos por não se preocuparem conosco.

Duas situações são muito comuns em lugares assim: Ou a única coisa sem carne no cardápio é uma salada (isso quando não tem carne na salada, e você que peça para tirar), ou há uma única opção vegetariana, e se você não gostar…o problema é seu.
Deixando claro, eu não espero que tenha milhares de opções para mim, mas umas duas, pelo menos, seria bom!
Se eu estou lá, é porque quero comer aquilo.

E se você acha que “ah, foda-se, um vegetariano não vai fazer diferença no meu faturamento”, pense bem.
Vamos empacar o almoço dos amigos e ir a outro lugar. Jantares a dois não acontecerão no seu restaurante. Vou apresentar lugares “mais legais” a amigos que querem comer algo diferente. Vou falar mal e desrecomendar seu estabelecimento para outros vegetarianos.
E eu não estou sozinha nisso.

Claro, lugares como a Hamburgueria 162 e o Meats já estão preparados. Tem algumas opções veggies, e com um pouco de imaginação e cara de “Gato de Botas do Shrek”, você consegue alterar alguns lanches para uma versão sem carne.
O Butcher’s Market, que sofreu críticas quanto a isso no começo, prestou atenção e incluiu um hamburguer veggie e mais tipos de salada (com carne…) no cardápio.

Agora, se você não está nem aí, ou se acha que colocar um queijo quente no cardápio já é um enorme favor, pense um pouco melhor. Dentro do segmento de público e do local que você escolheu para a sua loja, eu não sou a única. E espero imensamente que isso se reflita no seu bolso (e no dos seus concorrentes mais espertos).

Moço, será que dá pra trocar o hamburguer desse lanche pelo de soja? Por favooooooorrrrrr......

Moço, será que dá pra trocar o hamburguer desse lanche pelo de soja? Por favooooooorrrrrr……



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s