Halim – Kibe de batata

O Halim é um lugar tradicional de SP, com cara de simples, sempre cheio e muito gostoso.

Como toda casa árabe, o cardápio tem muita carne. Mas tem outras coisas muito boas para nós por lá.
As esfihas são gostosas – a de ricota é ótima, e tem uma de queijo branco que também merece uma atenção. A de queijo tradicional é normal.
Os pratos tradicionais estão todos lá: Homus, Babaganuche, Coalhada, Tabule, Falafel…
Confesso que não provei tudo, e nem gostei muito do Homus, mas acho que foi meu paladar, pois as outras pessoas gostam.

halim2

Mas o grande diferencial do Halim, e o que merece muito muito destaque, é o Kibe de Batata!
SIM, é um kibe vegetariano que não deixa nada a desejar comparado ao kibe frito de carne. A cara dele é igual ao kibe de carne, e mesmo o gosto, que me lembre, não parece tão diferente assim – já comi sem querer o kibe normal achando que era o de batata, e levei umas 2 mordidas para perceber que o “diferente” era a carne rs. A massa é de trigo e batata, e o recheio é com hortelã, salsinha e cebola.
Até os carnívoros curtem!

E para melhorar, o Halim fica ao lado do Alaska, uma sorveteria com cara de antiga, bem gostosa também. Para quem preferir um sorvetinho ao invés de um doce árabe, é ótimo.

Se eles aceitassem cartão no delivery, eu seria muito mais feliz!

Restaurante Halim
Rua Doutor Rafael De Barros, 56
Paraíso


Si Señor – Bom custo benefício a cada esquina

Restaurantes mexicanos nunca são baratos, isso é um fato. E muitas vezes a comida é bem mais ou menos – especialmente se são desses mais populares (vide o Chili Peppers , que pelo que tenho visto, fechou em diversos shoppings já).
Tendo em vista esses dois pontos, acho o Si Señor uma boa alternativa, onde a comida é boa, o preço é caro mas nada exorbitante se você for com amigos, e é fácil de encontrar algum dos restaurantes da rede. O lugar é descolado, bonito e colorido, sem ser aquela coisa brega que os mexicanos mais roots são.

si-sec3b1or-mexican-grill

A primeira coisa a se avaliar em qualquer mexicano é o combo Nachos e Guacamole.
Os nachos do Si Señor são ok, nada tão delicioso, mas não é um Doritos (nada contra, mas não se serve Doritos em um restaurante típico, é uma ofensa). O Guacamole é bom, embora recomende pedir uma porção extra de Salsa, para dar aquela apimentada.

Entre os pratos, acabo sempre pedindo a Enchilada de Queijo. Sim, há outros recheios, como carne, frango, legumes… mas nem me arrisco. O queijo deles é grosso e bom, não fica aquela coisa repuxenta, mas sim um creme. Muito muito bom. E vem com mais nachos!

Ah sim, infelizmente a música ambiente não é mexicana. Mas tudo bem, porque é sempre um bom e velho rock!

E durante o almoço, é buffet! Isso é bem legal também!

Enfim, vá sabendo que dificilmente gastará menos de R$ 50 por pessoa, mas vá tranquilo se não conseguir ir ao Dedo de La Chica, que é mais roots e mais gostoso. Ainda vai valer a pena.

Si Señor – El Auténtico
Al. Jauaperi, 626 – Moema
E outras localidades


The Gourmet Tea – Saudável, gostoso e nem precisa gostar de chá!

Ta aí um lugar que gosto bastante e sobre o qual não havia escrito ainda.

Quando abriu a loja no Morumbi Shopping, não fiz questão alguma de conhecer – afinal, era uma casa de chá, e eu não gosto de chá.
Aí me falaram que tinha umas comidas super gostosas, e ok, lá vamos nós.
E que bom que fui!

Sim, é uma casa de chá (e quem gosta diz que são muito bons). O lugar é bonitinho, as cadeirinhas no meio do corredor do shopping chamam bastante atenção.
Basta olhar na pequena vitrine a cara dos pratos para se encantar. São quase todos saudáveis, servidos em boas porções e acompanhados por uma saladinha bem ok.

 

gourmet tea quiche

 

O meu preferido é esse da foto aí em cima, o Quiche de Brócolis com Castanhas. O molho que sempre pego para a salada (o potinho ali no fundo) é o de frutas vermelhas – sim, é meio doce, mas combina divinamente.

Outro prato que recomendo é o Tartine de Queijo de Cabra com tomates, coisa fantástica!

Há também tortas, massas e outras coisas mais. Vale dar uma olhada e pensar bem no que vai pedir, pois tudo parece muito bom.
O cardápio não é todo vegetariano, mas tem diversas opções, o que me deixa particularmente feliz. E melhor ainda tem umas opções bem diferentes, como por exemplo o Risoto de Quinoa. É gostoso, vale experimentar.

 

Gourmet Tea Risoto

 

As sobremesas são lindas, mas nenhuma me apetece tanto assim. Prefiro comer um doce em outro lugar – mas isso sou eu, que gosto de doces mais gordos.

Enfim, recomendo!
E se você já foi, diga aí se gostou ou não!

 

The Gourmet Tea
Morumbi Shopping e outros locais.

 


Hamburgueria 162 – Trio Papa, meu novo lanche preferido!

Meu último post foi sobre a mesma hamburgueria, e falei que queria voltar e provar o outro lanche veggie do cardápio. Pois bem, eu o fiz. E agora, tenho um novo lanche preferido!

 

 

O Trio Papa são três hamburguinhos de batata (imagine um purê de batata empanado e frito) que vem acompanhado de três molhos – Vinagrete normal, vinagrete de framboesa e creme de gorgonzola.
É isso, simples, do tamanho da minha fome, bem apresentado, e muito muito saboroso.

Vale dizer que, dos molhos, o meu preferido é o de framboesa – pode acreditar, super combina! – e o mais sem gracinha é o gorgonzola.

Isso tudo, sempre acompanhado das fantásticas Fritas 162 com molho de alho!

 

Hamburgueria 162

R. Luis Coelho, 162 – Consolação

Alameda dos Arapanés, 872 – Moema


Hamburgueria 162 – maravilha escondida na Augusta

Faz tempo que minhas amigas me chamam para ir lá, e finalmente eu fui – um dia com elas, outro sem. E certamente vou voltar várias vezes!

A Hamburgueria fica quase escondida na esquina da Augusta com a Luis Coelho. É uma escadaria, não daria nada por ela se não fosse uma indicação.
Primeiro ponto é dizer que rola até uma surpresa ao se chegar lá em cima. Um lugar pequeno, mas agradável. As paredes com assinaturas dos clientes (você marca quantas vezes comeu lá num cartãozinho, e no 10º carimbo, você ganha o direito de escrever), pessoas com cara de Augusta.
O atendimento é ótimo!

Pode entrar e pedir a Batata 162 sem medo e sem pensar duas vezes. Elas são cortadas mais grossas que o normal, e vem com um temperinho diferente, muito bom. Peça o molho alioli para acompanhar, fica perfeito.
Estou para dizer que essa batata pode tomar o título de melhor batata frita da cidade das Waffle Fries do GPB…

No cardápio, temos dois lanches para os não-carnívoros.
O primeiro, que ainda não comi, é o Trio Papa: um lanche com “pão de hambúrguer de espinafre, hambúrguer artesanal de batata com cebola brulee, geleia de framboesa com aceto balsâmico, vinagrete de moyashi e patê suave de gorgonzola”, de acordo com o cardápio. É de babar…

O segundo, é esse aí na foto (desculpem, foi a melhor que consegui tirar), o lanche Veggie. Pão de beterraba, bem fofinho, hamburguer de abóbora bem temperado, coalhada, legumes grelhados e um disco de parmessão torradinho, perfeito.

Poucas vezes um lanche veggie me deixou tão feliz. Normalmente prefiro pedir um queijo quente a um lanche assim, mas esse é bem diferente. As coisas tem gosto de verdade.
Fiquei impressionada de verdade.

Logo mais voltarei lá para poder dar minha opinião sobre o Trio Papa e postarei aqui novamente. Mas, ao que tudo indica, será tão bom quanto. Melhor para nós!

Hamburgueria 162

R. Luis Coelho, 162 – Consolação

Alameda dos Arapanés, 872 – Moema

ATUALIZAÇÃO:
Voltei e provei o Trio Papa. Que lanche maravilhoso!
Saiba mais aqui.


Makis Place – Menu vegetariano gostosinho e rapidinho!

O Makis tem várias vantagens para mim.
É do lado de casa, fica aberto até as 2h da manhã, é realmente express, é barato… mas o que me deixa mais feliz, particularmente, é que a primeira parte do cardápio são os temakis vegetarianos.

Sério. Abri o cardápio já esperando ter que ficar pensando no que tirar de um ou de outro temaki para poder comer, nas adaptações habituais que faço em restaurantes japoneses, e logo a primeira parte do cardápio é o menu veggie!

Não é tão variado, é verdade. Muitos temakis são de abacate, manga, pepino, cream cheese, e tire e ponha um ou outro destes nas combinações. Tem uns de abóbora, shimeji, essas coisas também. Mas só o fato de ter lá a “Família Vegetariana”, já contou muitos pontos positivos para mim.
Meu preferido é o Summer, que é Abacate, Manga, Pepino e Cream Cheese.

Para melhorar, ainda tem uma sobremesa gostosinha, um cone de biju com chocolate branco e morango. Delícia!

Gosto, tenho ido bastante, e recomendo!

Makis Place

Al. Santos,  1.202

e outras unidades


Maripili – Tortillas, Gazpacho e vinho!

Não entendo nada de comida espanhola, então a primeira vez que me convenceram a ir no Maripili, foi um pouco complicado.
Tinha noção de que era uma culinária pouco veggie friendly, e as não lembravam de haver muitas opções para mim, o que costuma ser um mal sinal. Mas falaram tanto da tal da tortilla que ok, vamos lá conhecer. E valeu a pena!

O lugar é bem pequeno, porém aconchegante. Ambientado para lembrar os restaurantes de Madrid, a clientela recorrente de espanhóis e descendentes me faz acreditar que eles tenham acertado em cheio – tanto nisso quanto na comida.

Os garçons, sempre atenciosos – já decoraram até nossos pedidos – explicam cada uma das Sugerências (pratos do dia) sem pestanejar. O restaurante consiste em entradas e tapas, sem pratos propriamente individuais. E como é de se esperar da culinária européia, não é voltada para os não-carnívoros.

Poucos pratos, pouquíssimos mesmo, não tem carne. As Patatas Bravas, Tabua de Quesos, Gazpacho, Tortilla e que me lembre é isso. Já vá sabemdo que não tem muitas opções, mas que são boas (pelo menos as que provei são).

A Tortilla é a entrada típica da casa, aquela que se pede uma para cada um na mesa. Todo mundo ama. Parece um omelete, só que quase sem ovo e com muita, mas muita batata cozida, e alto como uma torta. É simples, mas uma das melhores coisas de se comer. Jogue um azeite por cima, um pedacinho de pão e mande ver!

Se você gosta de alho, minha segunda recomendação é o maravilhoso Gazpacho. Cremoso, perfeito e com um exagero de alho! Uma delícia, mas se prepare para não falar de perto o resto do dia! rs.

Ainda estou esperando para provar as Patatas Bravas, que parecem sere boas também. Quando descobrir, posto aqui.

Outro ponto muito positivo para quem curte são os vinhos. O Maripili é o importador dos próprios vinhos, portanto, tomar um bom vinho (não entendo nada de vinho, só tomo o que pedem, que se não me engano é sempre um tal de Cava Negra, acho) é muito barato.

E já que vamos falar em barato, vamos falar de preços. O restaurante não aceita VR, Visa Vale, nada disso, mas não faz falta nenhuma.
Isso porque um almoço lá, com Tortilla para todos e mais um prato (com carne) para dividir para 2 ou 3 pessoas e um Gazpacho para mim (e muito pão com azeite para todos, porque isso fica a vontade na mesa), mais uma garrafa de vinho sai coisa de R$ 25,00 para cada!
Sem o vinho, costumamos gastar entre R$ 12 e R$ 20,00, em dias que pedem mais de um prato, ou que eu peço 2 Tortillas, coisas do tipo. É muito muito barato. E de muita qualidade.

Para não dizer que não tem defeitos, o Maripili tem um grande defeito que falamos toda vez que vamos lá – ou seja, toda semana: não tem uma sobremesa decente. Só tem um doce no cardápio, a Natilla (acho que é isso), que é algo como uma cremogema da vida. Bem sem graça.

Maripili

R. Alexandre Dumas, 1152

Chácara Sto. Antonio

(não abre segundas-feiras)


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 609 outros seguidores